A igreja não adotou dízimos

Reflexão
A igreja não adotou dízimos, mas sim ofertas voluntárias
–por Wandry Moura

Não havia, pois, entre eles necessitado algum; porque todos os que possuíam herdades ou casas, vendendo-as, traziam o preço do que fora vendido, e o depositavam aos pés dos apóstolos. Atos 4:34

Na espiritualidade prática da igreja primitiva, os cristãos vendiam suas terras e entregavam o dinheiro como oferta aos apóstolos, não o dízimo do que era a venda, ou seja, esse tipo de contribuição, servia sim, para ajudar os mais necessitados, e não para o sustento da obra de Deus.

Dízimo não é algo para a igreja de Cristo, foi no entanto uma adaptação que fizeram para justificar a manutenção de templos, onde não é usado da mesma forma que os apóstolos usavam esses recursos, sendo que nada do dinheiro eram para eles, mas sim para repartir entre os mais necessitados, e eram estes órfãos e viúvas principalmente.

A igreja primitiva demonstrou que foi através de ofertas voluntárias que se estipulavam as contribuições do povo, e com esse tipo de contribuição o Reino de Deus avançou grandiosamente.

Em relação ao dízimo, o mesmo era uma prática do povo judeu de bem antes de serem povo, porém essa prática e nenhuma outra da Lei, foi transferida para igreja de Cristo, portanto a instituição desse ato simbólico, mesmo sendo feito com intenção de gratidão e de coração, não faz parte da sã doutrina deixada pelos apóstolos.

_
Reflita

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Um pensamento em “A igreja não adotou dízimos”