Espetáculo para o mundo, e glória para o Reino


Desde sempre, a igreja enfrentou conflitos com a sociedade, isso em decorrência da pregação da Palavra da Verdade, a qual gera incômodo aos ouvintes, sejam eles autoridades, sejam ímpios que se entregam em suas impiedades e maldades, que vivem uma vida desregrada e sem noção moral.

Somos assistidos pelo mundo que nos vêem como descarte para uma sociedade moralmente decaída, e cabe a nós, como verdadeiros cristãos, continuarmos a expor a mensagem do Evangelho aos quatro cantos da Terra, e contrário ao que muitos pensam, essa mensagem não tem um viés de religião, mas sim, de uma vida com propósitos simples e objetivos, que é o de fazer o bem, e tudo com amor.

Que os sinceros desse tempo, alcancem o objetivo maior do Reino de Deus, que é a salvação de todo aquele que crê.

E, sem dúvida alguma, grande é o mistério da piedade: Deus se manifestou em carne, foi justificado no Espírito, visto dos anjos, pregado aos gentios, crido no mundo, recebido acima na glória. 1 Timóteo 3:16

Portanto nós também, pois que estamos rodeados de uma tão grande nuvem de testemunhas, deixemos todo o embaraço, e o pecado que tão de perto nos rodeia, e corramos com paciência a carreira que nos está proposta. Hebreus 12:1

Porque tenho para mim, que Deus a nós, apóstolos, nos pôs por últimos, como condenados à morte; pois somos feitos espetáculo ao mundo, aos anjos, e aos homens.

Nós somos loucos por amor de Cristo, e vós sábios em Cristo; nós fracos, e vós fortes; vós ilustres, e nós vis.

Até esta presente hora sofremos fome, e sede, e estamos nus, e recebemos bofetadas, e não temos pousada certa, e nos afadigamos, trabalhando com nossas próprias mãos. Somos injuriados, e bendizemos; somos perseguidos, e sofremos; somos blasfemados, e rogamos; até ao presente temos chegado a ser como o lixo deste mundo, e como a escória de todos. 1 Coríntios 4:9-13

Reflita

_
Autor:
Wandry Moura, Pernambuco-PE

Compartilhe... Share on Facebook1Share on Google+0Tweet about this on TwitterEmail this to someone

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *